Encontrar cavernas onde a água se divide em camadas de água doce e salgada não é muito fácil, pois este fenômeno geralmente ocorre em cavernas marinhas que recebem água de rios e especialmente nos cenotes mexicanos onde ocorre um fenômeno óptico muito interessante. Diferente da maioria dos locais onde se misturam resultando em água salobra, nesse caso, a água doce ao ser menos densa situa-se na parte superior da cavidade cavernosa, enquanto a água salgada fica nos níveis inferiores.
Geralmente estas colunas verticais de mudança de salinidade acontecem de maneira gradual. Não obstante, sob certas condições onde se combinam pressões baixas com temperaturas frias, a mudança entre a água doce superficial e a água salgada do fundo ocorre de maneira brusca.

Foto: Reprodução/Youtube

Quando isto acontece, pode-se perceber um fenômeno ótico muito curioso, quando os mergulhadores parecem voar. Os índices de refração, isto é o fator que influi no ângulo de refração de um feixe de luz refletindo-se através de uma superfície, do meio salino e o meio de água doce, serão tais que qualquer pessoa ou câmera localizadas na água doce perceberão o mergulhador ou qualquer objeto, inclusive as bolhas do respirador, se movendo através este meio como se estivessem flutuando no ar.