Fazer uma tatuagem em qualquer lugar do corpo requer cuidados que devem ser respeitados com rigor. Principalmente nos primeiros dias, pois a área tatuada precisa estar limpa e protegida, este local fica bastante suscetível a infecção por bactérias. Além disso, os banhos devem ser curtos e nada de praia ou piscina por um bom tempo.
Um artigo publicado na semana passada na revista “BMJ Case Reports”, importante revista médica dos EUA, mostrou o outro lado, o de quem não segue com rigor as recomendações pós tatuagem. O homem não identificado tinha 31 anos, ele foi tatuado na perna direita com a ilustração de uma cruz e de mãos juntas rezando.

Cinco dias após receber o desenho em sua perna, o americano de origem hispânica, resolveu ir nadar no Golfo do México. Depois de três dias, o homem foi internado no Parkland Memorial Hospital, em Dallas (Texas, EUA), com fortes dores nas pernas e nos pés.
“Em algumas horas, as coisas progrediram rapidamente”, disse Nicholas Hendren, da University of Texas Southwestern, um dos autores da reportagem. “A perna (direita) começou a escurecer. Ele já estava no início da septicemia. Os rins já estavam com problemas. O quadro se agravou logo”, acrescentou. O paciente e a família não tinham noção de todos riscos de uma tatuagem. Quase dois meses depois, ele morreu.

Fotos: Reproduções/Facebook

Loading...