Carl Sabatino sempre notou uma pintura na casa de sua tia quando era criança. Ele costumava chamar a obra de arte “A mulher do Chapéu Torto” e, mais tarde, sua tia a presenteou antes de morrer. Agora, Carl descobriu que a pintura poderia custar cerca de US $ 30 milhões (100 milhões de reais). Antes da tia de Carl, Jenny Verastro, falecer, ela compartilhou seu segredo com ele, dizendo que ele “olhasse debaixo da máquina de costura”. Carl fez como ela disse e encontrou a obra de arte dos anos 30 embrulhada em um jornal.

Carl não deu muita bola para a pintura pintura que ele viu na parede a vida toda quando era criança, mas o que chamou sua atenção foi a assinatura localizada no canto superior esquerdo da tela pintada. A pintura foi comprada em Londres durante a Segunda Guerra Mundial pelo tio de Carl. Naquela época, o vendedor ambulante vendeu o quadro por cerca de 100 reais. Agora, Carl tem uma razão para acreditar que a pintura era uma das obras-primas de Pablo Picasso, uma recreação de “Woman With a Cape”, que agora está guardada no Museu de Arte de Cleveland.

Fotos: Reproduções/Youtube

Um especialista em arte quase não acreditou nas alegações de Carl, mas argumentou que o trabalho artístico é verdadeiro. Carl acha que Picasso pode ter duplicado a pintura para poder colocar sua nova técnica de pintura experimental à prova. Ele também levou a peça a uma avaliação que abonou que é uma pintura legítima de Picasso. Outro especialista extraiu parte do pigmento da pintura e afirma que combina com materiais usados ​​na Europa em algum momento da década de 1930. Mas ficou mais interessante quando descobriram que a pintura também tem uma impressão digital parcial embutida nela. Poderia ser de Picasso? Se for confirmado, a pintura pode valer mais de 100 milhões de reais.

Loading...