A cadela Treya passou cinco anos acorrentada numa casa abandonada, após o seu dono ser assassinado. No início deste ano, a corrente ficou tão apertada que acabou por ferir uma das patas. A situação era tão dolorosa, que Treya roeu a sua própria pata para se soltar.
Durante este tempo sozinha e presa, foi alimentada por vizinhos que também lhe deitavam palha, para que ela não tivesse frio no inverno, mas nenhum deles foi capaz soltar a sua pata. O caso chegou às autoridades que rapidamente contactaram um abrigo local, para levarem Treya e a reabilitarem. Não se sabe o porquê de os vizinhos não contactarem as autoridades logo de início ou ao longo destes cinco anos após a morte do seu dono, ou mesmo quan perceberam que ela estava com problemas com a corrente.

O fundador do abrigo, Randy Grim, informou que foi iniciada uma campanha para arrecadar fundos e comprar uma prótese para Treya. “É uma história triste e trágica com um final feliz”. Grim disse que após passar tantos anos sozinha, a cadela tinha medo de interagir com os humanos, mas recebeu uma segunda oportunidade na vida. Treya vive agora com uma família de acolhimento que está a tentar torná-la sociável com outros cães.

Fotos: Reproduções/Youtube